Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

UMA VIDA E UMA MISSÃO (Jo 1,29-37)

Caros irmãos e irmãs,
Neste domingo celebramos a natividade de São João Batista, aquele que ainda no ventre materno experimentou a proximidade da presença de Jesus e que fez da sua vida um chamado à missão de anunciar a vinda do Messias.

Entre Malaquias, a última voz do Antigo Testamento e a manifestação de João Batista (Mt 3,1-11)  decorrem mais de 400 anos. No Novo Testamento vamos nos deparar com João pregando ardentes mensagens sobre arrependimento. As pessoas entendiam que estavam erradas, confessavam sua fé no Messias e eram batizadas. Ele trouxe um vigoroso avivamento espiritual para o povo e sua vida e ministério têm muito a nos ensinar.
O MINISTÉRIO

O ENSINO DE JOÃO
A base dos ensinos de João Batista era a doutrina do arrependimento. Não um simples remorso, tristeza ou pesar passageiro e descomprometido com a realidade cristã. Arrependimento é uma mudança geral na alma e na vida daquele que se entrega a Jesus Cristo como seu Salvador. Daí deve decorrer uma mudança no caráter, no comportamento, na condição espiritual. Arrependimento do pecado fundamental, que é a raiz de todos os pecados: o desconhecimento do verdadeiro rosto de Deus e da proximidade do Deus‑Amor, revelado em Jesus Cristo, que nunca se distancia de nós por mais que nos distanciemos d'Ele.

OS OUVINTES
As notícias da unção de Deus que emanavam do pregador sobre Jesus chegaram a todas as regiões. O maior milagre na vida de João era seu caráter, sua vida com fidelidade a Deus, com marcas radicais de uma comunhão com Deus que noticiavam às multidões uma vida transformada em Cristo.
João, com seu testemunho entusiasmado, sugere a nós, em nossos dias que, se permitirmo-nos agir e falar cheios do Espírito Santo, as pessoas irão nos ouvir. Através do poder persuasivo e atrativo das suas palavras “ia ter com ele o povo de Jerusalém e de toda a Judéia e de toda província adjacente do Jordão”. Se hoje nossas palavras tivessem a mesma verdade e o mesmo entusiasmo, certamente também teríamos resultados semelhantes.

O SUCESSO MINISTERIAL
Onde estaria a origem do sucesso deste homem? O grande Deus que chama, vocaciona e prepara, é o que faz tudo isso. João era desconhecido. Era do deserto. Seus trajes não chamavam a atenção das multidões. Só que ele tinha elementos em seu ministério que precisamos descobrir para sermos vitoriosos em nossa missão.

PARA REFLETIR