Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

TRINDADE - A MELHOR COMUNIDADE

Desde pequenos, aprendemos de nossos pais a fazer o sinal da cruz e chamar a Deus: de Pai, Filho e Espírito Santo. Assim com toda a naturalidade, estávamos invocando o mistério mais profundo de nossa fé e da vida cristã: o Mistério da Santíssima Trindade, cuja festa celebramos no último domingo. Mais tarde, na catequese, nos apresentaram o mistério da Trindade como um exemplo clássico de coisa incompreensível. "É um mistério"!

1- O que é um Mistério?
Na natureza existem muitos mistérios que hoje não conhecemos e que um dia poderão ser desvendados. Em Deus, o mistério nunca poderá ser totalmente compreendido, pela grandeza de Deus e pela nossa pequenez, mas podemos e devemos crescer no conhecimento desse mistério.

2- O que é então a Trindade?
A Santíssima Trindade é o Mistério de um só Deus em três pessoas. É uma comunidade de amor vivida pelo Pai, pelo Filho e pelo Espírito Santo:
- DEUS PAI (Criador) que manifesta sua bondade e amor na beleza e na harmonia das coisas criadas com "Sabedoria" e Amor
- DEUS FILHO (Jesus): Foi enviado ao mundo pelo Pai, para nos oferecer a vida em plenitude. Ele se torna "um de nós", para justificar todos os pecadores. (Rm 5,1-5). Ensinou-nos a viver o grande projeto de Deus: viver o amor. E por amor, deu-nos sua vida para a nossa Salvação.
- DEUS ESPÍRITO SANTO: completará a obra do Pai e do Filho, para que possamos aderir plenamente ao projeto do Pai e à obra salvadora do Filho (Jo 16,12-15). Renova continuamente na Igreja a salvação iniciada por Cristo.
O Código do Catecismo da Igreja Católica afirma: "Deus deixou vestígios desse mistério na Criação e no Antigo Testamento, mas a intimidade de Deus Trindade constitui um mistério inacessível à inteligência humana e até mesmo à fé de Israel. Esse mistério foi revelado por Jesus Cristo e é a fonte de todos os outros mistérios". Só CRISTO nos revelou claramente essa verdade:
*  Fala constantemente do PAI e do seu relacionamento com ele (lembremos do seu diálogo com Felipe em Jo 14,8). Felipe pede: "Mostra-nos o Pai..." e Jesus lhe diz: "Felipe... quem me vê, vê o Pai. Quem observa os meus mandamentos, o Pai o amará e viremos nele e faremos nele morada..."
*   Ensinou a Rezar: "Pai Nosso..."
* Promete muitas vezes o Espírito Santo: "Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena Verdade"
*  Quando se despede, no dia da Ascensão, afirma: "Ide e batizai em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo."

E por que Jesus nos revelou? Para nos deixar mais um problema? Não. Revelou-nos como um convite a também viver em comunhão, em comunidade: "Pai, que todos sejam um, como eu e tu somos um". A Trindade é o modelo da comunidade sonhada por Deus.

A Festa da Trindade não é apenas uma oportunidade para falar da Trindade, é um convite para contemplar Deus, que é amor, que é família, que é comunidade e lembrar que criou os homens para os fazer comungar desse mistério de amor. Deus não é um ser solitário que vive sozinho perdido no infinito: o princípio do Amor é o Pai. Sua realização concreta está no Filho Jesus. A perpetuação desse amor é o Espírito Santo. Nós também não devemos ser seres solitários, somos chamados à comunhão
.
Este é um momento especial para refletir sobre nossa própria identidade e missão no mundo. Somos a família humana, homens e mulheres chamados a nos acolher no respeito mútuo e na igualdade de direitos. Somos diferentes uns dos outros: na diferença nos completamos. Somos diversos: na diversidade nos unimos. Quanto mais nos esforçamos para viver em comunhão, de partilha, de serviço e de esperança num mundo tão dividido, individualista e desesperançado, melhor entendemos o Mistério da Santíssima Trindade.

PARA REFLETIR:

1- Como você se sente e se comporta sabendo ser templo do Espírito Santo, portanto sabendo que toda a Trindade habita em você?

2- Sua vida em comunidade e em família refletem esse amor expresso na Trindade?

Voltar