Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

RESISTINTO ÀS TEMPESTADES ( Mateus 7, 24-28)

Nosso clima passa por mudanças visíveis. Assistimos a grandes tempestades que deixam rastros de destruição. Muitas pessoas perderam tudo o que possuíam. Não podemos deter a força da natureza, mas podemos prevê-las e o mais importante: precaver-nos dela. Antigamente, as casas eram construídas sobre rochas para que as tempestades e enchentes não as pudessem derrubar. Hoje, sabemos que o fundamento de um prédio precisa ser bem feito, caso contrário, não resistirá à força dos ventos.

Também sofremos com as tempestades e enchentes da vida: dificuldades, tentações, enfermidades, desemprego e tantas outras coisas. Estas adversidades, muitas vezes, querem nos arrasar e destruir. Assim como é necessário que uma casa esteja bem fundada para que não seja levada pela tempestade, é imprescindível que nossa vida esteja bem estruturada em Cristo para que as tempestades da vida não a destruam. Como fazer isto?

“Quem ouve esses meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa sobre a rocha.” (v. 24). “Quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia.” (v. 26).

Os dois construtores são ouvintes.
Jesus fazendo uma comparação entre os dois construtores mostra que ambos tiveram o privilégio de ouvir a mensagem do reino de Deus. Os discípulos de Cristo têm o privilégio de poder ouvir a sua voz e aprender as mais importantes lições sobre a vida. É um privilégio ouvir e também uma grande responsabilidade, pois quando ouvimos uma mensagem nos tornamos indesculpáveis diante de Deus. Não basta somente ouvir a Palavra de Deus, mas é preciso acreditar nela e a por em prática. Diante de cada situação da vida, precisamos avaliar de acordo com os ensinamentos de Jesus e tomarmos a decisão certa. Logicamente que viver a Palavra nos livra do desespero, do medo e das decisões erradas, garantindo-nos a vitória.

 “Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu, porque havia sido construída na rocha.” (versículo 25)
.
Os construtores passaram pelo mesmo problema:
Jesus mostra que ambos os construtores passaram pelo mesmo problema, com a mesma intensidade, a chuva, a enchente e os ventos atingiram a casa de ambos. O termo “casa” pode ser compreendido como a vida do discípulo de Cristo.  Em geral dizemos: os problemas só mudam de endereço, isso para dizer que os problemas da vida das pessoas se parecem muito, as reações das pessoas diante dos mesmos é que são diferentes.
A rocha é Cristo que sustenta a nossa vida em todos os momentos, protegendo-nos e fazendo-nos vencedores em todas as coisas. Quem vive em Cristo é forte como uma rocha!
Ouvir a Palavra de Deus e não por em prática é como conhecer a receita de um bolo, mas não misturar os ingredientes para fazer o bolo. Muitas pessoas dizem: “Frequento a Igreja, mas nada muda em minha vida”. A Palavra de Deus não serve apenas para nossa informação, mas antes de tudo, para nossa transformação.

Conclusão: Coloque a Palavra de Deus em prática e você verá como a sua vida se fortalecerá e nada será capaz de destruí-la.

Para refletir:
1 - Como você enfrenta as dificuldades da vida?
2 - Você tem algum testemunho para dar a respeito de uma vitória em Cristo?
3 – O que podemos fazer como pessoas (e como grupo, família, célula) para firmar a nossa vida em Jesus, a rocha firme?

25-01-10

Voltar