Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

REAVIVAR A CHAMA DO DOM DE DEUS (2 Timóteo 1,6-9)

Irmão e irmã pelos caminhos do Senhor!

Iniciamos o mês de outubro espelhados no exemplo de Santa Terezinha (1º/10) padroeira das missões, os Santos Anjos (02/10), São Francisco de Assis (04/10), São Benedito (05/10) e tantos outros exemplos de virtude e fé para nós cristãos do terceiro milênio.
Gostaria de partilhar com vocês uma reflexão sobre a carta de Paulo a Timóteo que proclamamos na liturgia do 27º domingo do tempo comum. Em poucas palavras Paulo ensina muitas coisas. Destaco apenas algumas:

1. O DISCIPULADO PESSOAL: Paulo cuida de Timóteo com muito carinho. Ele o acompanha escrevendo cartas que infundem ânimo e coragem.
Tão importante quanto a transmissão da fé é a sustentação daqueles que alcançamos para o Senhor. Por mais que Jesus cuidasse de todos, a sua ação atingia pessoa por pessoa. Ele não curava as multidões. Curava pessoas com nome e sobrenome, que estavam no meio da multidão. Nas células nós aprendemos essa pedagogia de Jesus: pessoas precisam de cuidados pessoais e cada um de nós deve aprender a “deixar-se cuidar” e corrigir se necessário, e deve também cuidar de alguém. Deus deseja que cada um invista a sua vida em outras.
Portanto esse é o primeiro convite que o Senhor te faz: Cuida daqueles que Deus te confiou.
Pedro também fala do mesmo tema quando exorta a sua liderança: "Apascenta o rebanho de Deus que te foi confiado, governando-o não à força, mas de boa vontade, tal como Deus quer; não por um mesquinho espírito de lucro, mas com zelo; não com um poder autoritário sobre a herança do Senhor, mas sendo modelo para o rebanho. E, quando o supremo Pastor se manifestar, então receberás a coroa imperecível da glória." (1 Pedro 5,2-4).

2. REAVIVANDO A CHAMA DO DOM DE DEUS
Recebemos o mesmo Dom, o Espírito Santo, e com Ele todos os dons necessários para nossa caminhada. Unidos a Deus e aos irmãos vencemos as barreiras deste mundo proclamando sempre a vitória de Deus em nossas vidas e em nossa sociedade.
Com o passar do tempo todas as escolhas que fazemos na vida tendem a esfriar. Tendemos naturalmente ao desânimo, à dúvida. Entramos em crise. Temos vontade de desistir. Aí encontramos um irmão que nos diz como Paulo: não deixe morrer a chama do Espírito de Deus em você. Vai em frente!

3. CRISTÃOS “SEM VERGONHA” (1,8)
Os cristãos não têm nenhuma razão para ficar envergonhados. Não temos feito nada de errado em crer e pregar Jesus Cristo. Nossa fé não nos torna inferiores, ou menos inteligentes ou éticos. De fato, é um insulto ao Senhor ficar envergonhado. Paulo fala da covardia (timidez) e depois da vergonha.  Nossa fé está Nele, não em nós mesmos. E nossa mensagem é sobre Ele, não sobre nós mesmos. Jesus deveria se envergonhar dele mesmo? Ele deveria ficar envergonhado sobre o que disse e o que fez quando esteve sobre a Terra? O que Ele tem feito de errado? A Escritura diz que até a loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria humana, e a fraqueza de Deus é mais forte que a força do homem (1 Cor 1,25). Para o cristão, essa sabedoria da parte de Deus não é ilusória, mas nos foi dada mediante o evangelho (1 Coríntios 1,18-24), de forma que inclusive temos “a mente de Cristo” (1 Coríntios 2,16). É uma pena que muitos deixarão de crer em Jesus porque muitos que dizem crer Nele não o anunciam e não testemunham a sua mensagem com seu estilo de vida. Disso sim deveríamos ter vergonha.

Concluindo: Através do discipulado pessoal, da oração pelo irmão, do convite a reavivar a fé e ao acolhimento do Espírito de fortaleza, Paulo salva o amigo Timóteo, que por sua vez salva a comunidade.

PARA REFLETIR:

Você se sente cuidado por alguém? Quem é ou foi o Timóteo em sua vida?
O que tenho feito no sentido de cuidar do crescimento da fé de algum irmão?
Partilhe com seus irmãos alguma experiência que tem feito na célula, no sentido da realização das Palavras de Paulo.

Voltar