Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

A PRIMEIRA COMUNIDADE DE JESUS (Mc 1,14-20)

Em nossa vida sentimos com freqüência que não conseguimos “dar conta do recado”. Temos muitos projetos, nos envolvemos com muitas coisas e ainda continuamos sonhando. É da nossa natureza. Graças a Deus não nascemos para virar monumento, mas nos realizamos como pessoas em movimento. E o movimento da vida é coletivo. Não caminhamos sozinhos e não conseguimos fazer tudo sozinhos.
Imaginemos Jesus com esse sentimento humano de responsabilidade diante do Reino do Pai que precisava ser implantado. Como fazer tudo acontecer? Como dar conta do recado?
Eis a resposta no texto que acabamos de ler. Jesus chama colaboradores e amplia o seu raio de ação formando uma boa equipe ao seu redor.
De imediato estabelece duas condições para os que desejam entrar na sua comunidade e participar ativamente da sua missão

1. Convertei-vos…

Converter-se não quer dizer mudar de religião.
Quer dizer mudar a mente e o coração, reformular os valores da vida, para que Deus ocupe nela sempre o primeiro lugar. É rever e remover em nós tudo aquilo que nos afasta de Deus e dos irmãos…
* Quem precisa de conversão? Só os outros?
                  
2. ...e crede no evangelho…". Crer no evangelho não quer dizer apenas conhecer o que está escrito num livro. Quer dizer aceitar o chamado de Jesus e todos os valores que ele propõe para a nossa vida.
É escutar a sua palavra e conformar a nossa vida aos seus mandamentos.
Para continuar e completar esse Reino, Cristo convida os primeiros quatro apóstolos e... hoje a todos nós: “Vinde comigo… farei de vós PESCADORES DE HOMENS".

Escolhe pessoas simples, pobres, desconhecidas, sem julgá-las, sem dizer que o que estão fazendo está errado, sem dizer que ele sabe mais que os pescadores. Jesus assume a pessoa naquilo que ela é e naquilo que ela faz.
  Pareceria mais lógico, que a escolha recaísse sobre os sacerdotes de Jerusalém, sobre os fariseus e escribas, profundos conhecedores da Bíblia. E, no entanto, não… a escolha foi outra! Por que?
Deus não aparece na imponência dos fatos ou das pessoas, mas na humildade, na simplicidade, onde geralmente existe mais fé…

3. O Chamado continua hoje:

   Cada um de nós recebeu e recebe continuamente esse chamado à conversão e a seguir Jesus.
   O texto é um Modelo de toda vocação cristã:
- É sempre uma iniciativa de Jesus dirigida a pessoas "normais".
  Não aconteceu enquanto estavam em êxtase  espiritual ou fazendo algo de extraordinário, mas enquanto estavam simplesmente exercendo a sua profissão. 
- É sempre radical e incondicional: O "Reino" deve ser um valor fundamental, a prioridade, o principal objetivo do discípulo para seguir Jesus e para se integrar à comunidade do Reino. 
- É um chamamento para aderir à pessoa de Jesus, para fazer com Ele uma experiência de vida, para aprender com Ele a ser uma pessoa nova que vive no amor a Deus e aos irmãos.
- Exige uma resposta imediata, desapego e fidelidade.

Esse chamamento é uma missão especial no mundo e na Igreja, confiada a todas as pessoas.
Todos os batizados são chamados a ser discípulos de Jesus, a "converter-se", a "acreditar no Evangelho", a seguir Jesus nesse caminho de amor e de dom da vida.

Se tivermos medo, se nos sentirmos incapazes para tanto, olhemos esses pescadores da Galiléia… pobres, humildes, mas com uma generosidade sem limites… Largaram tudo e seguiram a Jesus…

PARA REFLETIR:

1. Que mudanças esse texto sugere para a minha vida

2.Você tem conseguido ler as páginas da sua vida como um chamado de Jesus?

3. Em nossa célula estamos aprendendo a chamar colaboradores como fez Jesus?

Voltar