Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

A PORTA ESTREITA  (Lc 13,22-30)

Irmãos e irmãs reunidos nas casas! No último domingo celebramos a vocação dos fiéis que pelo batismo se tornaram membros do povo de Deus e receberam o chamado para acolher e anunciar Jesus (os leigos engajados).
Então muito obrigado pela sua adesão a Jesus numa vida em comunidade e parabéns pelo seu “SIM” neste caminho de evangelização.
Hoje proponho uma reflexão sobre o Evangelho do último domingo:

 1.UMA PERGUNTA DIRIGIDA A JESUS
“São muitos os que se salvam?"
Os judeus estavam convencidos de que só o povo de Israel se salvaria... Jesus não responde diretamente à pergunta quanto ao número, mas fala dos destinatários da salvação e do Caminho para consegui-la: A "porta estreita" do despojamento e da humildade...
Prefere revelar o CAMINHO para a salvação.

2. A PORTA E A MESA
Duas imagens que lembram o lar e a refeição, o lugar e a convivência, o caminho e o compromisso. Inúmeras vezes a Bíblia nos apresenta o Reino como um grande banquete oferecido pelo Pai.
Todos podem tomar parte, porque é de graça. Todos procuram entrar.
Alguns passam, outros não conseguem. Num certo momento a porta se fecha.
Um grupo que conheceu o Senhor pretende entrar de qualquer jeito, expondo os seus motivos:
"Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste em nossas praças". (Sou católico desde criança... Vou à missa todos os domingos, confesso com freqüência, devolvo sempre o meu dízimo, meus avós construíram a igreja, sou amigo do Padre... do Bispo..).E o Senhor não abre a porta e os manda embora... 
E, aos "convencidos" de ter a salvação garantida, conclui com um alerta: "Não vos conheço..."
Estavam com Jesus, e até cumpriam as leis religiosas, mas não fizeram nada por Ele. Não se entregaram a Ele.  São os admiradores de tudo o que os outros fazem. Dão idéias, são entusiasmados nas reuniões, mas depois... Bem, aí é com os outros...

3. A SALVAÇÃO É OFERECIDA A TODOS
Deus oferece gratuitamente a Salvação, mas espera nossa resposta, o nosso compromisso com os valores do Evangelho. Basta acolher essa oferta, aderir a Jesus e entrar pela "porta estreita".
Mas para muitos, a "porta estreita" não é muito popular...
A felicidade se encontra no poder, no êxito, na exposição social, nos cinco minutos de fama que a televisão proporciona, no dinheiro...

4. DUAS COISAS NECESSÁRIAS:
Para passar pela PORTA ESTREITA, são necessárias duas coisas:
- Desfazer-se de muitas "gorduras", de tanta coisa desnecessária...
- Tornar-se pequeno, simples, humilde, servidor, como criança: "Quem não se fizer como criança não terá lugar no reino de Deus".
O homem contemporâneo prefere alargar a porta antes que despojar-se de si mesmo, de suas idéias, do seu jeito de ser, do velho homem. Assim vai justificando tudo e mesmo falando de Jesus, fazendo suas orações e até freqüentando os tantos Templos continua longe de Deus.
Optar pelo menor esforço nem sempre é o melhor caminho.
Jesus está dizendo para cada um de nós: não queira alargar a porta. Seja mais humilde, torne-se pequeno como uma criança. Reconheça as suas misérias e entre somente com o essencial, e o essencial passa até na porta mais estreita.
Práticas religiosas devem ser seguidas de práticas de amor e justiça. Os outros lêem o nosso testemunho muito antes que as nossas palavras.

5. NOSSA ESPERANÇA
Cristo nos garante: "Eu sou a porta, quem entrar por mim, será salvo..." (Jo 10,9). Há uma passagem a ser feita. Há um acesso livre.
E Paulo nos garante uma verdade muito consoladora: "É vontade de Deus que todos os homens se salvem, e todos cheguem ao conhecimento da verdade..." (1Tm 2,4)
A porta é estreita, mas está aberta...

Para refletir:
1-Em que área da minha vida eu preciso “emagrecer” para passar pela porta estreita?
2-O que precisamos fazer para merecer a entrada no Banquete do Senhor? Que atitude devemos tomar?

 

Voltar