Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

OS 5 GRUPOS DE SEGUIDORES DE JESUS (Lc 9,57-62)

1º - O grupo formado pelas multidões.

Durante os três anos e meio de ministério, Jesus foi seguido por uma grande multidão (Mt 4,25). Havia algumas características marcantes nos seguidores que formavam estas multidões: 

1- Pessoas que iam porque todos iam, ou seja, pessoas que não tinham qualquer compromisso;
2- Pessoas que só O buscavam pelos milagres que fazia, como curar os coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros doentes (Mt 15,31 ; Jo 6,2);
3- Pessoas interesseiras que procuravam Jesus desejando continuar na situação de abundância que ocorrera na multiplicação dos pães e peixes, como um líder que tudo decide e providencia sem exigir esforços (Jo 6,26);
4- Pessoas que não assumiam publicamente que eram seus seguidores por medo das autoridades. Ter fé em Jesus não é só admirar o que Ele é e faz, mas é comprometer-se integralmente com o seu projeto, mesmo que para isso seja preciso remar contra a correnteza. (Jo 3,1 ; Jo 19,38);
5- E a grande constatação é que foi a MULTIDÃO quem pediu a Pilatos: - Fora com Ele, solta-nos Barrabás. (Lc 23,18).

2º - O grupo formado pelos 70 discípulos.
Dentre aquela grande multidão, o Senhor Jesus destacou 72 homens para que fossem, de dois em dois, anunciar o Evangelho do Reino;
Esse grupo é o grupo dos que servem a Jesus. Saem pelas praças, pelas ruas, pelas casas e anunciam o Evangelho da salvação (Lc 10,1).
São pessoas salvas por Jesus, mas que se alegram apenas por que são usados pelos seus dons espirituais, porque adquiriram alguma forma de autoridade.  Valorizam mais os meios que os fins. Percebem aquilo que fazem e não enxergam de onde vem a força para tal e sobretudo os sinais do Reino que está surgindo ( Lc 10,17; Lc 10,20)
Não há nada de errado com esse grupo. Porém, esse pode ser o grupo daqueles que dirão: - Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? (Mt 7,22). É preciso notar a quem estamos de fato servindo: se a Jesus, reconhecendo-o no nosso irmão, ou se estamos apenas desenvolvendo algum serviço para satisfazer uma necessidade de auto-afirmação.

3º - O Grupo formado pelos 12 apóstolos.
Quanto ao grupo anterior, nós nem sabemos quem eram. Mas os membros deste grupo o Senhor os chama pelo nome. Eram os 12 homens a quem o Senhor chamou para formar os líderes de sua obra.
Este grupo foi privilegiado, tanto por ter seguido de perto a Jesus, quanto por ter contemplado todos os milagres por ele operados.
Porém, não podemos nos esquecer que no meio destes havia um, Judas, cujo coração não era reto perante o Senhor, que ainda se deixava dominar pelo espírito do mundo e que, por isso foi chamado de "O filho da perdição" (Jo 17,12).

4º - O grupo formado pelos 3 discípulos mais próximos a Jesus.
Dentre os 12 o Senhor tinha predileção por 3, Pedro, Tiago e João. Homens que não se conformaram em apenas seguir e assistir a Jesus, mas quiseram conhecê-lo bem mais de perto.
Foi esse grupo que teve o privilégio de contemplar a transfiguração de Jesus e conhecer a Moisés e a Elias no Monte Tabor.
Foi também esse grupo que foi destacado por Jesus para "pisar o lagar" e entrar com Ele no suplício, mas que não teve forças e adormeceu. Faltou-lhes a perseverança da vigília e da oração para vencer as fraquezas da carne.(Mt26,37.40-41)

5º - O grupo representado pelo discípulo amado - João.
Mas, Jesus queria mais. Ele quer e procura alguém com quem Ele possa ter um relacionamento mais estreito, mais próximo.
João reclinava-se no peito de Jesus, e ali escutava a sua fala, e recebia as suas revelações (Jo 13,25). E era chamado de "o discípulo amado" (Jo 21,7).

PARA REFLETIR
1- Em qual desses grupos de seguidores você se percebe hoje? ou para qual desses grupos você está transitando? A qual grupo você quer pertencer?
3 – Sinceramente: em qual desses grupos você acha que os outros o percebem?

Sabemos que a caminhada cristã vai nos conduzindo a um  relacionamento cada vez mais próximo com Jesus. Sonhamos com cristãos livres para servir ao Senhor, pessoas comprometidas e não apenas “mais um na multidão”.

Voltar