Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

O Reino de Deus e a missão dos cristãos  (João 18, 33-37)

Queridos irmãos e irmãs em Cristo,

Com a celebração da festa de Cristo Rei encerramos o longo caminho iniciado no Advento do ano passado. Em breve começaremos um novo ano de celebração do mistério de Cristo.

Não é fácil entender a realeza de Cristo com os olhos deste mundo. Estamos, como Pilatos, diante de um homem que é trazido a julgamento porque se fez Rei. “Então, tu és rei?” Sequer entendemos o que pode significar ser rei, senão como o senhor absoluto, o dominador e não um julgado à morte.

E, no entanto, a resposta de Jesus é afirmativa e conclusiva: ”para isso nasci e para isto vim ao mundo, para dar testemunho da verdade. E quem é da verdade escuta minha voz.”

Esta festa é uma maneira solene de celebrar aquilo que foi o sonho de Jesus de Nazaré, o Reino de Deus. Ele constituiu o centro de sua pregação. Reino de Deus ou Reino dos céus é expressão que não ocorre no Antigo Testamento. É típica do Novo Testamento onde aparece mais de cem vezes, quase sempre na boca do próprio Jesus.

O Reino de Deus é a realização da vontade de Deus, o mundo novo onde reina a justiça o amor e a paz, a verdade e a vida, a santidade e a graça.

1. A nossa missão: A vinda desse Reino constituiu o início da pregação de Jesus: “Cumpriu-se o tempo, o Reino de Deus está próximo”. Ele já está presente entre nós, mas ainda não se completou. Seus sinais  já são visíveis. Ele já acontece nas pessoas, na prática do amor e da santidade, sobretudo pelo amor  e serviço aos pobres e aos excluídos.

O Reino já está acontecendo no mundo, lá onde as pessoas vivem: na família, no trabalho e na vida da sociedade. Por isso a construção do Reino é obra, sobretudo, dos cristãos e cristãs leigos - essa é sua vocação específica. Ela se realiza na medida  em que os cristãos, cristãs e todas as pessoas de boa vontade mudam seu modo de viver, seus valores, atendendo ao apelo do Senhor: “Convertei-vos, o Reino, chegou”. Esse é o grande Evangelho, a grande Boa Nova. A Igreja existe não para  tirar as pessoas do mundo e reuni-las dentro de si. A Igreja existe para enviar as pessoas ao mundo para evangelizá-lo, anunciar e construir o Reino de Deus.

A celebração de Cristo Rei encerra o ano litúrgico conscientizando-nos que terminou um período da construção do Reino (o que já construímos no ano que passou) e começou outra etapa (o que ainda não realizamos com a graça de Deus, o que continua esperando por nós). A celebração de Cristo Rei é assim a celebração da grande esperança, feita das esperanças do dia a dia.

2. Caminhando na esperança: A  prece  eucarística expressa isso de maneira bela e profunda. Depois de proclamar mais de uma vez “Caminhamos na estrada de Jesus”, conclui com um ano de fé e esperança “A nós que agora estamos reunidos dai força para construirmos juntos o Vosso Reino que  também é nosso”.

A possibilidade de alcançar o Reino de Deus foi estabelecida por Jesus Cristo, ao nos deixar o Espírito Santo que nos concede as graças necessárias para obter a Santidade e transformar o mundo no amor. Essa é a missão que lhe deixou Jesus à Igreja ao estabelecer seu Reino.

3. O modelo do Reino: outra passagem do Evangelho, diz que os poderosos deste mundo querem mandar e serem servidos. ”Mas entre vós não deverá ser assim. Ao contrário aquele que quiser tornar-se grande entre vós, seja aquele que serve… Deste modo o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos “(Cf. Mt.20, 25-28). Só assim se entende a realeza do Cristo rei, que se marca pelo serviço e que tem na fronte uma coroa de espinhos e, por trono, a cruz...

"Quem é da verdade escuta minha voz."(Jo 18, 37) Todos os que se encontram com o Senhor, que escutam seu chamado à Santidade e que empreendem esse caminho se convertem em membros do Reino de Deus.

Nesta semana estamos iniciando os encontros de preparação para o Natal em família. Se você não tem com quem participar procure alguém de sua amizade, alguma pessoa dócil à Palavra de Deus e converse com ela sobre o Natal Cristão. Prepare os caminhos do Senhor, pois ele vem e deseja governar sua vida.


PARA REFLETIR: