Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

JESUS É O ÚNICO CAMINHO E A ÚNICA VERDADE QUE LEVA À VIDA PLENA (João 14, 1-12)

Neste relato bíblico, logo no início, Jesus orienta para uma atitude fundamental: “Não se perturbe o vosso coração! Tendes fé em Deus, tende fé em mim também!” Tal exortação vale não apenas para aqueles discípulos, mas para todos aqueles que acreditarão nele, vale para nós. De fato, nós nos encontramos na mesma situação daqueles discípulos, já que não somente Deus, mas também Jesus agora é invisível aos nossos olhos mortais.

1. A IGREJA É PRESENÇA DE CRISTO: Mas Cristo continua presente hoje através da sua Igreja que deve ser reflexo da presença do Pai no meio de nós, através de uma comunidade que tem seu edifício espiritual firmado Nele, que é a Pedra fundamental, e onde nós somos pedras vivas desta construção.
Antecipando a morada eterna, a Igreja é uma casa onde desde já Jesus preparou muitas moradas, muitos serviços, muitas funções a serem desempenhadas, em que os membros têm diferentes tarefas, tais como o serviço da Caridade, da Palavra e do Culto.
A Casa do Pai que hoje é a Comunidade dos seguidores de Jesus, ainda tem vagas desocupadas, quer seja por desinteresse, por falta de oportunidade, falta de conhecimento... Isto nos leva a questionar se temos desempenhado nossa função, se temos de fato apontado Jesus como O Caminho, A Verdade e a Vida.

2. A FÉ COMO RESPOSTA: a ausência física de Jesus para os discípulos era inquietante, e para nós , mais do que nunca, é hora de manter o nosso mais sólido fundamento e sustento inquebrantável em Deus e em Jesus: a fé. Só na fé, seremos capazes de enfrentar as situações desafiadoras da nossa vida e da vida da comunidade. Várias vezes Jesus fala da fé como resposta aos sinais realizados por ele e como via de acesso para a vida eterna.
Não podemos ficar passivos, inativos, esperando ser conduzidos ao Pai. Pelo contrário, Jesus responde a Tomé e nos instrui sobre o caminho de acesso ao Pai: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai senão por mim”. Os discípulos não são simplesmente levados ao Pai, mas devem colocar-se eles mesmos a caminho do Pai. O caminho é somente um: Jesus. Na parábola do bom pastor, ele tinha dito: “eu sou a porta, quem entrar por mim será salvo” (10,9).  Como é única a porta, assim Jesus é também o único caminho para o Pai, enquanto é Verdade e Vida.

3. A NOSSA UNIÃO COM O PAI: “Jesus é a Verdade” significa que somente por meio dele, na sua realidade de Filho, se pode conhecer o mistério de Deus. “Jesus é a Vida” significa que nós temos a união com Deus Pai, e portanto, a verdadeira vida eterna, somente através da união com Jesus. Por isso, Jesus é o único caminho para o Pai. Com as nossas forças nós não podemos chegar a Deus: devemos recorrer a Jesus.
Felipe lhe pede: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta” (14,8). Ele pensa certamente em uma teofania, uma visão direta de Deus, uma manifestação extraordinária de Deus. Mas Jesus não é “o caminho” enquanto transmite fenômenos e experiências excepcionais, ele é o caminho com as suas palavras, com as suas obras, com a vida em comum com os discípulos.
Nós precisamos ser uma resposta ao homem atual, com uma igreja que planeja, revê, anima e dá oportunidade a todos, com pastorais atuantes, com movimentos que vivem uma espiritualidade autêntica, com ministérios que animam os diversos setores, com células que se empenham em ganhar pessoas para Jesus. Os discípulos que receberam a missão deixada por Ele de revelar o Pai e que o fazem em nome de Jesus, receberão resultados ainda maiores porque é Ele que, glorificado e ressuscitado, age por meio deles, por meio de nós.

PARA REFLETIR:
1-Que tipo de Igreja estou ajudando a construir na minha Comunidade?  Ou fico apenas olhando de longe, e não assumindo o meu lugar?

2-Minha vida é coerente com a fé que proclamo em Jesus, como Caminho, Verdade e Vida?

Voltar