Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

Domingo é o dia do Senhor (cf. Atos 2, 41-42). "Um Domingo sem Missa é uma semana sem Deus".  (S. João Maria Vianey)

Queridos irmãos e irmãs reunidos nas casas. A partir desta semana vamos acolher com fé algumas reflexões sobre os “mandamentos da igreja”, a partir do Catecismo da Igreja Católica.
A primeira orientação da igreja para o caminho de vida cristã se refere ao dia do Senhor.

A IGREJA DAS ORIGENS:
"Os que receberam a sua palavra foram batizados. Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações" (cf. Atos 2, 41-42)
Lembro-me, com muito carinho, da minha paróquia, Nossa Senhora da Saúde e da Missa Dominical, que não perdia por nada; era por amor, era de coração. Mas também houve o tempo das desculpas: “Deus está em todo lugar, eu rezo em casa, eu sou uma boa pessoa, eu assisto a missa pela televisão, a missa é sempre igual, na igreja tem gente que não dá bom exemplo...etc.”  Essas idéias acabaram quando fui crescendo no verdadeiro sentido de ser Igreja: "Eu sou a Igreja; sou discípulo de Jesus Cristo e estou neste caminho por Ele em primeiro lugar.

Antes de qualquer obrigação, o meu relacionamento com Deus deve ser por amor e o meu compromisso concreto exige tempo e espaço para se atualizar, por isso, a minha paróquia é lugar de encontro com Ele e com os meus irmãos na fé, onde eu alimento a minha experiência e vida com o meu Senhor.

Do  catecismo da Igreja Católica (CIC)
CIC nº 2042 - O primeiro mandamento da Igreja ("Participar da Missa inteira aos domingos, de outras festas de guarda e abster-se de ocupações de trabalho") ordena aos fiéis que santifiquem o dia em que se comemora a ressurreição do Senhor. É por causa dele que celebramos a nossa fé no Domingo. A nossa fé nos agrega numa grande família que é a Igreja, de maneira mais particular a Paróquia, onde eu coloco em prática a minha fé. Lá é onde eu recebo o suporte necessário para crescer na formação humana, na espiritualidade e em todos os tesouros sacramentais para minha salvação. A Igreja paroquial é minha casa, é o meu núcleo de fé e vida.

Assim como eu preciso fazer uma experiência com Cristo para segui-lo, eu também preciso fazer uma experiência com a comunidade de fé, que é a Igreja, a portadora do depósito da fé, a extensão do grande corpo de Cristo e da qual eu sou membro. A comunidade é necessária para que a minha fé não seja estéril, morta, sem obras. Na comunidade paroquial, eu faço uma experiência de vida fraterna que faz toda a diferença no mundo de hoje. Na experiência dos apóstolos, o Domingo tem lugar especial por se tratar do dia da ressurreição do Senhor. No início, quando eles não tinham templos e eram perseguidos, eles celebravam em suas próprias casas. É isso que nós cristãos, hoje, somos chamados a resgatar, o sentido da reunião nas casas e o sentido da família reunida na “casa das casas”, o Templo, lugar de comunhão e fé, ressurreição e vida.

CIC nº 1166 - A Ceia do Senhor é o centro do Domingo, pois é aqui que toda a comunidade dos fiéis se encontra com o Ressuscitado, que Os convida ao seu banquete: O dia do Senhor, o dia da ressurreição, o dia dos cristãos, é o nosso dia, pois foi nesse dia, que o Senhor subiu vitorioso para junto do Pai. Se os pagãos o denominam dia do sol, também nós o confessamos de bom grado, pois, hoje, levantou-se a luz do mundo; hoje, apareceu o sol de justiça, cujos raios trazem a salvação.

A nossa vida deve ser um caminhar de semana em semana para a ceia do Senhor. Para nós que estamos fazendo esta experiência de comunhão e missão a partir das células nas casas, o encontro na comunidade se reveste de um valor ainda maior. Na célula nós somos o grão de uva, no templo formamos um cacho. Nas casas somos membros, no templo formamos um corpo com Cristo.

PARA REFLETIR:  
Sabendo de todas essas maravilhas e chamados a renovar o nosso compromisso com Jesus Cristo e com a Igreja Paroquial, como tem sido a sua participação na paróquia? Qual tem sido a sua experiência paroquial? Você vai à Missa todos os Domingos?


Já passou pela fase das desculpas e justificativas? Você já se engajou em alguma atividade?

“Na comunidade eu recebo Jesus e o sirvo no irmão.”

14/06/10

Voltar