Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

A PRECIOSA BÊNÇÃO DE DEUS (Deuteronômio, 28, 1-13)

Introdução: O Salmo 127(126),1, nos dá um dos mais preciosos ensinamentos para a nossa vida: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem. Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigiam as sentinelas”.
 
A bênção de Deus é a fonte de todo bem. Muitas vezes, nosso trabalho não produz o que esperamos porque confiamos apenas em nós mesmos e nos esquecemos de pedir a bênção daquele que é o Senhor de tudo e de todos, e que “tem o mundo em Suas mãos”.

É próprio daquele que é humilde pedir a bênção de Deus para sua vida e atividades. Da mesma forma, é próprio daquele que é orgulhoso e auto-suficiente contar apenas consigo mesmo e esquecer-se da graça de Deus. Muitos, após inúmeros sofrimentos e insucessos, acabam, pela própria graça de Deus, encontrando a face do Senhor entre os acontecimentos da vida. Outros, lamentavelmente, persistem em não querer ver a face daquele que tudo criou.
  
“Se obedeceres fielmente à voz do Senhor teu Deus, observando e praticando todos os mandamentos que hoje te prescrevo, o Senhor teu Deus te elevará acima de todos os povos da terra. Se obedecerdes à voz do Senhor teu Deus, virão sobre ti e te seguirão todas as bênçãos”. (Dt 28, 1-2). É impressionante notar como Deus sempre exigiu do povo escolhido, consagrado ao Senhor, a observância das Suas Leis, para que este povo fosse sempre feliz e abençoado. As bênçãos que Deus promete são abundantes: O Senhor te abrirá seu tesouro de bênçãos, os céus, para dar à terra a chuva em seu tempo, abençoando todo o trabalho de tuas mãos. (Dt 28,12)

Ser humilde é reconhecer que “toda dádiva boa e todo dom perfeito vem de cima: desce do Pai das luzes” (Tg 1,17) e que, portanto, não temos motivo algum para orgulho, vaidade e auto-suficiência. Da mesma forma, ser humilde é não se desesperar com a própria fraqueza, miséria ou impotência, uma vez que se reconhece que toda a força vem da bênção de Deus.

Vivemos grande parte da vida preocupados com nossas responsabilidades como pais, como profissionais, etc. Quando nos sentimos abalados e amedrontados com nossas tarefas diárias, não será porque contamos apenas com as nossas forças? Nossos fardos são por demais pesados para que os carreguemos sozinhos. É preciso deixarmos que Deus os carregue para nós. De que forma? Confiando-Lhe nossas obras, entregando-Lhe nossas preocupações, confessando-Lhe nossa fraqueza e pedindo-Lhe Sua bênção para tudo o que fizermos. Somente quando reconhecemos nossa pequenez é que podemos experimentar em nós o poder de  Deus.
 
A melhor maneira de sermos copiosamente abençoados por Deus é fazendo a Sua santa vontade, realizando todas as coisas para Ele e por amor a Ele. “Tudo o que fizerdes, fazei-o de bom coração, como para o Senhor e não para os homens, certos de que recebereis, como recompensa, a herança das mãos do Senhor” (Cl 3,23-24). Esta é a melhor maneira de atrair sobre nós a bênção de Deus: trabalhar para Ele, qualquer que seja a atividade que exercemos.
 
Conclusão: Quando estivermos cansados e oprimidos pelo peso das nossas atividades, é o momento de pararmos e perguntarmos a nós mesmos se não nos está faltando a bênção de Deus. Se a resposta for sim, devemos olhar para o céu e dizer ao Senhor, do fundo do coração: “Dai-me a Vossa bênção! Não me oculteis a Vossa face, para que eu não pereça.” (Sl 142,7).  

PARA REFLETIR
Em que momentos você sente as bênçãos de Deus mais presentes em sua vida?
Como anda sua confiança em entregar suas fraquezas diante de Deus para que Ele te fortaleça com as suas bênçãos?

05/10/2009

Voltar