Estudo Semanal
Home - Evangelização em Células - Estudo Semanal

ACOLHER O ESPÍRITO SANTO (Jo 15,26- 16,4a)         
        

Queridos irmãos e irmãs, a caminho da grande celebração de Pentecostes, queremos nos inspirar nas palavras do Papa Francisco em suas homilias deste tempo, para refletir a ação do Espírito Santo na nossa vida.

Ele nos alerta que o cristão deve ter um coração fixo no Espírito Santo, não um coração “bailarino” que salta de um lado para o outro. Ele nos propõe São Paulo Apóstolo como exemplo, aquele que foi capaz de evangelizar sem descanso porque o seu coração recebia firmeza do Espírito Santo.

O Evangelho nos diz que o Espírito dará testemunho de Jesus e que aqueles que caminham com Jesus também darão testemunho, porque ao acolherem no coração no Espírito Santo, que é o "presente que Jesus nos enviou" encontrarão a firmeza em sua vida. Lembramos aqui da lição do bambu chinês, que cresce primeiro para baixo fincando sua raiz no solo para poder crescer para o alto e permitir-se balançar, sem se quebrar diante dos desafios que a vida propõe.

A FIRMEZA
Nós vivemos muitas situações difíceis que nos levam de um lado para o outro, por isso precisamos pedir a graça de manter o coração fixo em Deus, para que tenhamos fibra para suportar as adversidades na fortaleza do Espírito.

Recebemos este Espírito no nosso batismo, mas precisamos continuamente ir até Ele, acolhê-lo, pedir a fidelidade de nos instruirmos sempre por Ele e não pelo mundo. Jesus nos diz duas coisas sobre o Espírito Santo: “que Ele nos ensinará tudo e que nos recordará tudo” (Jo 14,26). Aprender é processo contínuo, não se esgota, não se limita. A cada dia pedir a presença do Espírito, a cada dia deixar que Ele nos dirija, cada dia abrir nosso coração para entender o que Jesus nos aponta, cada dia realizar a missão que Jesus nos deixou sem nenhum medo ou resistência... Cada dia...

Portanto, a firmeza não quer dizer que devemos ser duros e inflexíveis, inertes e sem movimento, mas capazes de nos manter fixos em Deus, sustentados pelo Espírito de forma que os ventos da vida não nos afastem dos caminhos que nos levam ao Pai.

O MOVIMENTO
Da outra parte, o movimento, que tão claramente observamos no apóstolo Paulo em toda sua vida de incansável evangelizador, dom fecundo dado a quem acolhe o Espírito e se deixa voar em suas asas, em contínuo movimento de anúncio da nossa fé.

Poderíamos, então, nos perguntar: como está o meu coração? É um coração que parece um bailarino, que salta de um lado para o outro, que parece uma borboleta, que pousa em qualquer lugar? É um coração que se assusta diante das situações da vida e se esconde com medo de dar testemunho de Jesus Cristo? É um coração valente ou é um coração que tem muito medo, que sempre tenta se esconder? O nosso coração se preocupa com quê? Qual é o tesouro do nosso coração? É um coração fixo nos deuses de todos os dias ou é um coração fixo no Espírito Santo?".

Diante de tantas situações que vivemos em casa, no trabalho, com os filhos, com os amigos, na comunidade: “Eu me deixo levar por cada uma dessas situações ou as enfrento com o coração fixo, com um coração que sabe onde está? O único que dá firmeza ao nosso coração é o Espírito Santo”. Fortaleça-nos  sempre a certeza de que nós temos um belo dom, um dom que Jesus nos deu: esse Espírito de fortaleza, de conselho, que nos ajuda a seguir adiante nas situações de todos os dias".

PARA REFLETIR:

1- Como andam a “firmeza” e o “movimento” do seu coração à luz do Espírito Santo?

2- Em qual momento de sua vida, você sentiu realmente o toque poderoso e carinhoso do Espírito Santo? De que modo que Ele se manifesta em sua vida cotidianamente?

3- Decido as coisas (grandes e pequenas) de minha vida pela minha cabeça, pelo meu coração, ou antes deixo para o Espírito Santo as escolhas? Exemplifique como você faz isso.

voltar